Portal do Governo Brasileiro

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será utilizado pelas 59 universidades federais neste ano. A maior parte delas (43) adotará o exame como única forma de entrada na instituição, substituindo o vestibular. Há ainda casos como o da Universidade Federal de Pernambuco (PE), em que o Enem é a primeira etapa do vestibular.
Outras 11 destinam parte das vagas para o exame, enquanto quatro adotam como parte da nota final do candidato. Entre elas estão a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e a Universidade Federal do Paraná (UFPR), que adotam os dois sistemas: destinam parte das vagas para o Enem e nas demais o exame é utilizado para compor o sistema final. Já a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) adotou o exame como substituição do vestibular no primeiro semestre, mas terá vestibular próprio (sem considerar a nota do Enem) neste segundo semestre.

Veja com as 59 instituições federais vão utilizar o exame:

- Como vestibular:
Universidade Federal Fluminense (UFF)
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)
Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
Universidade Federal do Piauí (UFPI)
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRJ)
Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)
U niversidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa)
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)
Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)
Universidade Federal de Lavras (UFLA)
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)
Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ)
Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes)
Universidade Federal de Pelotas (UFPEL)
Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG)
Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
Universidade Federal do Tocantins (UFT)
Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab)
Universidade Federal do Pampa (Unipampa)
Universidade Federal de Alagoas (Ufal)
Universidade Federal da Bahia (UFBA)
Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)
Universidade Federal do Ceará (UFC)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Universidade Federal do Pará (UFPA)
Universidade Federal de Campina Grande (UFCG)
Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
Universidade Federal do ABC (UFABC)
Universidade Federal do Triângulo Mineiro(UFTM)
Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Universidade Federal de Rondônia (Unir)
Universidade Federal de Itajubá (Unifei)
Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)
Universidade Federal do Sergipe (UFS)
Universidade Federal do Acre (UFAC)
Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS)
Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila)
Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa)
Universidade Federal do Rio Grande (Furg)

- Substitui primeira etapa do processo seletivo:
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

- Enem no primeiro semestre e vestibular próprio no segundo semestre:
Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

- Parte das vagas:
Universidade de Brasília (UNB) - 50% das vagas pelo Enem/50% por vestibular próprio
Universidade Federal de Goiás (UFGD) - 50% das vagas pelo Enem/50% por vestibular próprio
Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) - 50% das vagas pelo Enem/50% por vestibular próprio
Universidade Federal de Roraima (UFRR)- 60% via Enem e 40% por vestibular próprio
Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)- 70% via Enem e 30% via vestibular
Universidade Federal de Viçosa (UFV) - 80% via Enem e 20% vestibular seriado
Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) - 85% via vestibular próprio e 15% via Enem
Universidade Federal do Paraná (UFPR)*
Universidade Federal do Amazonas (UFAM)*
Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)*
Universidade Federal do Amapá (Unifap)*

- Faz parte do peso na nota final do vestibular:
Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) – peso de 10%
Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) – peso de 30%
Universidade Federal do Paraná (UFPR) – peso de 10%
Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – peso de 33%

*reunião da comissão de vestibular ainda vai definir o peso do Enem no processo seletivo deste ano

Confira no mapa:

enem 1