Portal do Governo Brasileiro

DSC 0525

Valter Antonio Noal Filho nasceu no dia 1º de dezembro de 1960 no Hospital de Caridade, em Santa Maria. Cresceu em uma casa, com um pátio grande e arborizado, uma das mais belas lembranças de sua infância. Com 19 anos ingressou na UFSM, onde foi aprovado na primeira turmado Curso de Comunicação Visual, uma fase de adaptações e construções.

Há pouco mais de 30 anos, iniciou sua trajetória como servidor técnico-administrativo na Universidade Federal de Santa Maria. De lá pra cá, atuou em diversos locais. “No final dos anos 80, cuidei da revista Ensaio, na Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis. Depois, em um curto período, na assessoria de divulgaçãodo do Gabinete do Reitor. Depois, foram dez anos na editora da Universidade e agora, há 15 anos, aqui no CCNE, no setor de revistas”, conta Valter.

Mas, além das divulgações feitas aqui, Valter tem em seu caminho, cinco livros de sua autoria. “O primeiro livro nasceu de uma curiosidade minha sobre o passado de Santa Maria e, ao mesmo tempo, da constatação de que se aproximava a data de seu bicentenário, que passaria despercebida caso nenhuma instituição tomasse a iniciativa de marcar a importante efeméride. Assim, eu e o amigo José Newton Cardoso Marchiori, iniciamos a pesquisa que originou o livro "Santa Maria: Relatos e impressões de viagem", com lançamento previsto para novembro de 1997, justamente a época mais provável para assinalar os 200 anos da chegada da Comissão Demarcadora de Limites entre terras portuguesas e espanholas que aqui estabeleceu seu acampamento, embrião do atual sítio urbano.

Tal criação, fez com que o santa-mariense tomasse gosto pela literatura de viagem antiga, assim continuou pesquisando em bibliotecas, relatos de viagens pelo Rio Grande do Sul. Estabeleceu parceria com Sérgio da Costa Franco, importante historiador do Rio Grande do Sul, que após sete anos de pesquisa, resultou no livro “Os Viajantes olham Porto Alegre” em dois volumes, o primeiro traz relatos de 1754 a 1890 e o segundo volume, dos anos de 1890 a 1941. A obra foi agraciada com o prêmio Açorianos de Literaturaem 2005, na categoria especial e também o prêmio de Livro do Ano, recebendo a maior homenagem do prêmio daquele ano. “O prêmio foi uma surpresa na verdade, porque nem eu nem o Costa Franco pensávamos em prêmio, nós queríamos fazer um bom livro, que interessasse a um bom número de leitores e lhes oferecesse realmente novidades. Acredito que a premiação foi uma consequência, relata o autor.

Com o término destas obras, Valter participou de nova parceria, na organização de uma obra inédita de 1943, do escritor santa-mariense Getulio Schilling. Em 2008, mais dois trabalhos foram concluídos: a reedição do "Santa Maria: Relatos e impressões de viagem", completamente modificada, com quase 20 novos textos, e com outros parceiros fez "Do céu de Santa Maria", um livro que reproduz fotografias aéreas de SM, desde o final dos anos 20, início dos anos 30. Um livro que ganhou bastante apreço dos conterrâneos da cidade.

No CCNE, Valter trabalha com a Revista “Ciência & Ambiente”, executando diversas tarefas. Desde a criação do projeto gráfico, a diagramação,e divulgação de cada edição.