“Falar é a melhor solução”. Este é o slogan que faz o mundo inteiro abraçar uma importante causa que a cada ano ganha mais espaço nas discussões atuais. O Setembro Amarelo é uma campanha do Centro de Valorização a Vida (CVV) que busca trazer a pauta sobre o suicídio para o diálogo com a sociedade e, desde 2015, estimula a conscientização e a prevenção. No mundo, aproximadamente uma pessoa se mata a cada 40 segundos, o equivalente a 800 mil casos por ano. No Brasil, o suicídio é a quarta causa mais comum de morte entre os jovens.

            A maioria dos suicídios é desencadeada por doenças mentais não tratadas. Aproximadamente 60% das pessoas que morrem por suicídio não buscam ajuda e, de acordo com o CVV, 90% dos casos poderiam ter ser sido evitados com apoio psicológico.

Com o viés de alarme e busca incessante por visibilidade, a campanha contribui para a quebra do tabu da emissão do discurso sobre suicídio pelas mídias mostrando a importância de se falar abertamente sobre o tema, aos evidenciar as causas e mostrar ao público como ajudar nesses casos. O papel da mídia se faz fundamental devido ao seu grande alcance no que diz respeito à prestação de serviço à população.

Universidade conta com atendimento psicológico à comunidade

A Universidade Federal de Santa Maria tem diversos programas de auxílio e apoio psicológico gratuito à comunidade acadêmica. O Ânima, Núcleo de Apoio a Aprendizagem na Educação, localizado na sala 1116 no prédio 67, disponibiliza atendimento psicológico, psicopedagógico e orientação profissional por meio de agendamento online a partir do preenchimento de formulário com horários disponíveis e o motivo pelo qual o estudante busca atendimento.

Há, também, a Clínica de Estudos e Intervenções em Psicologia (CEIP), localizada no térreo do prédio 74-B, que disponibiliza atendimentos psicológicos gratuitos à comunidade em geral, nas diversas faixas etárias: crianças, adolescentes, adultos e idosos. A escuta clínica é realizada por acadêmicos de Psicologia, vinculados a projetos de estágio/ensino, extensão ou pesquisa, e supervisionados pelas psicólogas do local. A forma de ingresso dos pacientes, na clínica, ocorre mediante o processo semestral de abertura de vagas. O período é definido a partir da disponibilidade e das demandas dos projetos da CEIP. As datas para o atendimento psicológico são divulgadas no site da clínica.

Dossiê da Revista Arco

No mês de agosto, a revista Arco levantou a bandeira da saúde mental em seu 9º Dossiê, publicado na edição mais recente. A publicação apontou que a rotina intensa e a pressão no ambiente acadêmico são causas de problemas de saúde mental dos estudantes, que, por diversos fatores, passam a desenvolver o chamado “pensamento suicida”, extremamente preocupante, conforme profissionais.

Programação temática do CCSH, da AFAB e de Palmeira das Missões

Durante o Setembro Amarelo, serão realizadas ações em prol da campanha no campus. No Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCSH), está prevista a iluminação com a cor amarela da Biblioteca do CCSH, distribuição de fitas amarelas e uma palestra com um profissional aberta a toda a comunidade acadêmica. 

Já a AFAB (Associação de Familiares, Amigos e Bipolares de Santa Maria) realizará no dia 26 de setembro no auditório Flávio Schneider do CCR, o V Encontro Regional de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio com palestras e rodas de conversas a fim de promover a reflexão, o debate e a busca de soluções para esse grave problema social. Para comparecer ao evento é preciso preencher formulário de inscrição e a doar um quilo de alimento não-perecível.

No campus Palmeira das Missões será organizada roda de conversa, com convidados, toda a quinta-feira, durante o Setembro Amarelo, para tratar da prevenção ao suicídio a partir de diversos pontos de vistas.

Redação: Pablo Iglesias, acadêmico de Jornalismo e bolsista da Agência de Notícias

Edição: Maurício Dias


CENTRO DE IDEIAS

RSH sidebar marca

bannerzinho csa

INFOCCSHBANNERZINHO