Portal do Governo Brasileiro

Coordenador da área da Educação da CAPES participou de roda de conversa no Centro de Educação

Na última segunda-feira (18) estiveram presentes em uma roda de conversa no Centro de Educação o Prof. Dr. Robert Evan Vehine, da Universidade Federal da Bahia e coordenador da Área de Educação na CAPES e o Prof. Thiago Machado Ardenghi, Pró-Reitor Adjunto de Pós-Graduação e Pesquisa da UFSM, junto com o colegiado dos Programas de Pós-Graduação do Centro de Educação.

 

 O professor Vehine é atualmente o responsável pela avaliação dos programas de Pós-Graduação. No Centro de Educação, são dois programas que são avaliados pela área da educação, que é o PPGE (Programa de Pós Graduação em Educação) e o PPPG (Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas e Gestão Educacional).

 

 A coordenadora do PPGE Prof. Dr. Rosane Sarturi relata que os programas de Pós-Graduação, independente da área, são avaliados por uma plataforma online chamada Sucupira. Esta plataforma é o espaço onde são colocadas todas as informações do curso, equivalentes a produções acadêmicas e atividades. Desta forma, os avaliadores da CAPES, só tem conhecimento do que é desenvolvido nos programas através do que está registrado na plataforma, o que acaba limitando a avaliação muito a dados quantitativos.

 

 Sendo assim, o professor Vehine ressaltou na roda de conversa, a importância de cada vez mais se ter um olhar não somente quantitativo (através da plataforma), pois os cursos são sobretudo programas de formação e essas potencialidades não estão sendo bem destacadas na ficha de avaliação.

 

 Além disso, as revistas e livros produzidos pelo Centro de Educação também passam por processos de avaliação. O Centro de Educação, recentemente baixou a sua nota de 5 para 4. É nesse sentido, que Rosane Sarturi aponta a importância de manter contato com os avaliadores “estabelecer essas relações mais próximas do nosso coordenador de área de avaliação é importante porque nos mantém informados das modificações e exigências”. Ela destaca que o objetivo é retornar ao nível 5, buscando uma recomendação de 6 para a avaliação do próximo quadriênio.

 

 Na terça-feira (19) o professor Vehine ministrou uma palestra sobre o panorama da Pós-Graduação no Brasil. Essa atividade foi uma parceria do PPGE com o Grupo de pesquisa Kairós, que está completando seus 10 anos de formação.

  

 

Texto por Luciana Turcato, acadêmica de Jornalismo. - Núcleo de Comunicação Institucional do CE/UFSM