Portal do Governo Brasileiro

A atuação de todo o profissional deve fundamentar-se no conhecimento e utilização eficiente dos recursos energéticos que dispomos, visando a continuidade de sua existência e a atual questão ambiental. Neste sentido, pretende-se desenvolver no profissional a consciência da necessidade de criar metodologias que permitam empregar e/ou avaliar a energia de forma eficiente.

Para este fim, o curso está alicerçado na articulação de ações multidisciplinares que visam formar profissionais capazes de definir ações que permitam a continuidade do aprimoramento da utilização de energia aliada à preservação do meio ambiente.

Em razão de sua abrangência, busca tratar propostas que sejam interdisciplinares, tendo como base as áreas de conhecimento de: Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica e Engenharia Química. Sob o ponto de vista da eficiência energética, estas  áreas estão interligadas, uma vez que para se obter eficiência na utilização de energia em edificações, desenvolvimento de máquinas, processos químicos, deve-se compartilhar e combinar o conhecimento necessário sobre tipos de materiais, metodologia de construção e medição de grandezas relacionadas a utilização da energia. Por exemplo, uma edificação pode empregar a luz natural e aquecimento solar através de equipamentos e instalações apropriadas para reduzir o consumo de energia elétrica, fornecida por uma distribuidora, em razão do uso de lâmpadas e chuveiros elétricos. No entanto, a utilização da luz e aquecimento solar depende, entre outros fatores, do tipo de material, da posição e arquitetura da edificação e, também, das máquinas e/ou dispositivos mecânicos ou elétricos utilizados para captar tais energias.

 

Durante todo o curso, o estudante terá ainda possibilidade de interagir com seus colegas, gerando um grupo de discussão em nível científico e empresarial.