As instituições não precisam apenas de profissionais capacitados, mas também saudáveis para realizarem suas funções. Sob essa ótica, surgiu, na UFSM, o Espaço Alternativo, para que os servidores possam se sentir motivados e com a auto-estima em dia. A iniciativa completa 15 anos em outubro e foi idealizado pela assistente social Carmen Borges, hoje aposentada. É vinculado à Coordenadoria de Saúde e Qualidade de Vida do Servidor da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progep) e, desde o começo deste semestre, é coordenado pela pedagoga Cassiana Marques. 

A maioria das atividades ocorre nas dependências da Unidade de Atenção à Saúde Ocupacional do Servidor da UFSM, no Prédio 48, ao lado da Coperves, e também na sala de atividades no HUSM. O projeto trabalha com bolsistas dos cursos de graduação e com servidores técnico-administrativos que têm habilitação para a oficina oferecida.

Tempo para a saúde

A yoga e o pilates são as atividades mais procuradas do Espaço Alternativo. As aulas têm, em média, 30 participantes. Este ano passou a ser ofertada a oficina de Aikido, que foi bem aceita.

As amigas e servidoras Venice Grings, Leila Portella e Maria Neves comentam sobre a mudança que o yoga causou em suas vidas. É unânime a satisfação com o Espaço Alternativo e o fato de terem um olhar mais empático sobre as pessoas e o cotidiano. Elas contam que os benefícios não são somente físicos, mas também mentais e espirituais. “É um momento de contato entre colegas. Construímos novas amizades”, aponta Leila. “Esse projeto traz um lado humano que, às vezes, as instituições esquecem. Traz um grupo de apoio não somente dentro da UFSM, mas fora. Nos reconhecemos enquanto sujeitos que sentem dor e que precisam relaxar”, avalia Maria Neves. 

O professor Edgar de Oliveira, que ministra a oficina de yoga, comenta sobre os ramos que existem dentro dessa prática: Hatha-Yoga, voltada para posturas, e Tantra-Yoga, filosofia comportamental. Com elas, obtém-se maior equilíbrio psíquico, tranquilidade, autoconhecimento, melhoria postural, da respiração e do humor. Tudo isso faz com que o yoga e suas modalidades se tornem terapia para os praticantes.

A pedagoga Cassiana Marques pontua que assim que possível novas oficinas são ofertadas. "Estamos sempre buscando novas atividades de acordo com as solicitações que nos chegam e a mão de obra disponível, que seriam os alunos e servidores habilitados", explica. O intuito do projeto é promover saúde, qualidade de vida e interação. “Convive-se com colegas de diferentes centros e unidades da UFSM, além de serem realizados momentos de confraternização, diálogos e trocas. Aqui todos são servidores da UFSM, não há separação entre docentes e técnicos, chefes ou não", destaca Cassiana.

É recomendado aos servidores interessados que desejam participar das oficinas que cheguem dez minutos antes de as atividades iniciarem, além de realizarem uma refeição leve. O uso de roupas confortáveis também é importante.

Antes intervalos vazios, agora hora do bem-estar

A assistente social aposentada Carmem Borges, que atuava na Reitoria, observou que no tempo de intervalo dos colegas não havia muito para ser feito. Por isso, ela teve a ideia de reunir interessados em praticarem exercícios em rodas de conversas. Nesse período, os encontros ocorriam em uma sala no subsolo do prédio da Reitoria. Com o passar do tempo, o número de pessoas aumentou e, a partir disso, começaram a ser convidadas pessoas externas e da própria UFSM de diferentes áreas para trazer temas do interesse dos servidores. Assim, esse horário de intervalo começou a ser preenchido e, posteriormente, surgiram as oficinas.

Atualmente, a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas entende que qualidade de vida e saúde de seus servidores são aspectos que devem ser levados em conta. “Esperamos que o Espaço Alternativo tenha vida longa, porque só quem acompanha o processo sabe da importância para os servidores. Eu mesma participo e aprendo muito com o que nos ensinam”, argumenta Cassiana.

Confira a programação semanal do Espaço Alternativo no quadro ao lado. Para mais informações acesse a pagina do Espaço Alternativo

Texto e fotos: Bruno Steians