GERENCIAMENTO DO LIXO NA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

Vantagens Ambientais E Desafios Econômicos

A geração e destinação do lixo nos centros urbanos tornou-se um desafio para as administrações municipais, quer pelo aumento progressivo de sua quantidade, quer pela vigência de uma legislação bastante restritiva. Sendo assim, a atenção dos organismos responsáveis pelo controle ambiental tende a concentrar-se no planejamento dos processos de coleta, transporte e destinação final dos resíduos sólidos, domésticos e industriais, afora a necessidade de promover a reciclagem e as tecnologias limpas. No Rio Grande do Sul, em particular, a magnitude do problema relativo ao lixo urbano evidencia a oportunidade para formação de uma corrente de ações e procedimentos contínuos no tempo e no espaço, independente da descontinuidade política das administrações públicas. Nesse sentido, a utilização de índices que retratem a Qualidade dos Aterros (IQA) e o Desempenho Ambiental (IDA) poderia contribuir para qualificar a gestão pública, em sua tarefa de controle dos resíduos urbanos.

Jackson Müller


Principal | A revista PORT/ESP | Autores | Catálogo | Próximas edições | Como comprar |
Como publicar PORT/ESP | Livro de visitas | Equipe | Contato | UFSM
© 2002-2019 Ciência&Ambiente — Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Pierin.com