Colonização E Ocupação Do Espaço Agrário Do Rio Grande Do Sul

A colonização e a imigração européia no Rio Grande do Sul podem ser analisadas como parte de um projeto de políticas públicas articulado ao longo do século XIX para a superação de um conjunto de problemas que afetavam a Província. Entre os principais problemas apontados por autoridades militares, cronistas e governantes locais, merecem especial destaque: a baixa densidade demográfica, o latifúndio, as dificuldades de abastecimento e carestia, a falta de mão-de-obra livre e a escravidão.

Paulo Afonso Zarth


Principal | A revista PORT/ESP | Autores | Catálogo | Próximas edições | Como comprar |
Como publicar PORT/ESP | Livro de visitas | Equipe | Contato | UFSM
© 2002-2018 Ciência&Ambiente — Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Pierin.com