AS PALEOFLORAS DE CAMADAS ASSOCIADAS A CARVÕES NO RIO GRANDE DO SUL

A presença de camadas de carvão na região sul do Brasil, em seqüências sedimentares da Formação Rio Bonito na Bacia do Paraná, e o interesse econômico por elas suscitado, serviram como estímulo ao desenvolvimento de estudos paleobotânicos levados a efeito nas camadas que ocorrem no Rio Grande do Sul. Tais pesquisas tornaram possível a ampliação dos conhecimentos sobre a Flora Glossopteris e, posteriormente, à luz da Teoria da Deriva Continental, ofereceram respostas para algumas das indagações a respeito da existência de Floras Mistas e da superposição de floras de origens diversas.

Margot Guerra Sommer


Principal | A revista PORT/ESP | Autores | Catálogo | Próximas edições | Como comprar |
Como publicar PORT/ESP | Livro de visitas | Equipe | Contato | UFSM
© 2002-2020 Ciência&Ambiente — Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Pierin.com