Sobre o Gabinete

 

T

Histórico

 

O Gabinete de Leitura nasceu em 1999, como um projeto de ensino, pesquisa e extensão criado pela professora Sílvia Paraense. A primeira etapa do projeto centrou-se na formação de um grupo constituído por alunos e egressos do Curso de Graduação em Letras, a fim de aprofundar conhecimentos específicos da área de literatura. Assim, no transcorrer do mesmo ano, foram desenvolvidas ações relacionadas ao ensino e à pesquisa, através da leitura de textos clássicos da literatura universal, discutidos em encontros semanais, e da produção de ensaios por membros do grupo. A maior parte desses artigos recebeu publicação posterior, seja em periódicos, seja em anais de eventos. Essa metodologia de funcionamento foi adotada também nos anos posteriores de 2000 e 2001, restringindo-se os textos literários à lírica portuguesa.

 

A partir de 2002, as reuniões passaram a ser quinzenais e iniciou-se um trabalho de caráter extensionista, através do levantamento do acervo de textos literários da Biblioteca Pública de Santa Maria. Essa atividade visou, principalmente, à identificação de obras esgotadas e à separação de exemplares antigos ou raros presentes no acervo. Com o projeto “Memória do Ensino de Literaturas de Língua Portuguesa”, que passa a integrar as atividades de pesquisa do Gabinete, iniciou-se a investigação voltada para as trajetórias acadêmicas, através de entrevistas com professores de literatura portuguesa de instituições públicas de ensino superior do Rio Grande do Sul. Ainda, efetuou-se um levantamento dos programas e das ementas das disciplinas de literatura portuguesa das seguintes instituições: UFSM, UFRGS, UFPel e FURG. Esse trabalho continua em curso, tendo seus resultados parciais sido apresentados em eventos acadêmicos.

 

Com a criação do Bacharelado em Letras Português e Literaturas em 2008, o Gabinete de Leitura torna-se o laboratório de literatura do Curso, abrangendo os projetos desenvolvidos pelos professores que nele atuam.