Portal do Governo Brasileiro

Burmann empossa vice-reitor, pró-reitores e demais cargos de direção

 

Burmann discursa durante a cerimônia

Em solenidade realizada na manhã desta quinta-feira (4), no Centro de Convenções da UFSM, o reitor, Paulo Afonso Burmann, deu posse ao vice-reitor, Luciano Schuch, aos pró-reitores e demais cargos de direção para a gestão 2018-2021.

Burmann já havia tomado posse como reitor da UFSM em solenidade oficial no dia 26 de dezembro, na sede do Ministério da Educação, em Brasília, após o decreto com sua nomeação para seguir à frente da Universidade por mais quatro anos ter sido publicado no Diário Oficial da União no dia 22 de dezembro.

Na cerimônia festiva realizada nesta quinta, após a leitura do termo de posse pelo mestre de cerimônias, Burmann empossou a pró-reitora de Gestão de Pessoas, Márcia do Nascimento Lorentz, que leu o termo de posse de Luciano Schuch no cargo de vice-reitor. Na sequência, foram empossados os novos pró-reitores de Extensão, Flavi Ferreira Lisboa Filho, e de Infraestrutura, José Mario Doleys Soares. Posteriormente, foram chamados para compor a mesa oficial os pró-reitores e diretores que permanecem nos cargos. Confira a nominata completa.

Foto oficial com todos os empossadosApós a exibição de um vídeo com algumas das realizações da gestão 2014-2017, Paulo Bayard fez seu pronunciamento de despedida do cargo de vice-reitor. Ele relembrou seu histórico na UFSM até chegar à vice-reitoria e se disse orgulhoso por ter tido experiência na administração de uma das melhores universidades do país. Emocionado, elogiou e agradeceu a Burmann e a toda a equipe de trabalho e disse que as conquistas da gestão foram obtidas graças ao empenho de servidores técnico-administrativos e docentes e de estudantes. Bayard também elogiou o perfil do novo vice-reitor e desejou "quatro anos de profícua gestão", bem como que o governo brasileiro passe a tratar a educação com a devida importância.

Na sequência, Schuch destacou que o dia era de comemoração, mas também de responsabilidade, pois marca o início de uma nova fase de "árduo e longo trabalho" em prol da UFSM. O novo vice-reitor ressaltou que é preciso o comprometimento de todos para que a Universidade obtenha avanços no tripé ensino, pesquisa e extensão, e anunciou, entre as metas, um trabalho voltado à modernização administrativa. "A Universidade deve alavancar o desenvolvimento da região", afirmou.

Já Burmann iniciou seu discurso agradecendo a Bayard, pelo comprometimento com a gestão, espírito democrático e dedicação à UFSM, e a Schuch, pelo espírito jovem e empreendedor e pela experiência em gestão, bem como a toda a equipe e à comunidade. Manifestou orgulho por representar uma proposta de gestão eleita democraticamente em 2013 e ratificada em 2017, e lembrou que, a partir de 2014, a UFSM enfrentou um cenário marcado por cortes orçamentários – que se desenham também para 2018. "A Universidade não parou graças ao trabalho em equipe, à gestão participativa", enfatizou, destacando a importância da articulação política e das parcerias com outras instituições para enfrentar o momento de crise.

Público presente à solenidadeO reitor citou ações importantes da gestão, como a adesão ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), e destacou indicadores acadêmicos positivos, mas disse que ainda há muito a avançar. "Temos muito que fazer ainda por esta Universidade", disse, reiterando seu compromisso com uma Universidade de qualidade, mas também democrática, inclusiva, com responsabilidade social.

Em uma fala emocionada, fez referências a professoras da infância e à família, criticou "ações autoritárias e abusivas" que universidades do país vêm sofrendo e homenageou o ex-reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, que cometeu suicídio em outubro. Também solicitou que o governo do Estado possibilite a abertura do Hospital Regional de Santa Maria e encerrou seu discurso com um apelo para a conciliação nos espaços da Universidade.

A solenidade, que também teve apresentação musical, foi prestigiada por autoridades políticas, civis, militares e religiosas, gestores de universidades, os ex-reitores da UFSM Odilon Marcuzzo do Canto e Paulo Sarkis, membros da comunidade acadêmica, imprensa e convidados. 

Momento da posse de Schuch

Discurso de despedida de Bayard

Apresentação musical

Fonte: www.ufsm.br

Fotos: Gabrielle Ineu Coradini, acadêmica de Jornalismo, bolsista da Agência de Notícias

 

brasao ufsm logomelhorespraticas transp publica acessoinf esic