S5 Corporate Response - шаблон joomla Книги
Semeadura precisa na cultura do milho

      O milho é uma cultura que geralmente apresenta elevada variabilidade espacial em sua produtividade, estando associada a resposta da cultura aos fatores abióticos, como: luz, água, temperatura, nutrientes, qualidade do solo. Em situações que os fatores abióticos são limitantes para o desenvolvimento da cultura, uma das práticas culturais que mais afeta a produtividade do milho é o arranjo de plantas, pelo fato de produzir uma espiga por planta e ao fato da sua elevada sensibilidade a competição intraespecífica. Intervenções no arranjo de plantas na lavoura podem ocorrer através de modificações na população e distribuição de plantas na linha de semeadura e ainda pelo paralelismos de linhas na semeadura.

      Na agricultura de precisão é possível identificar e quantificar a variabilidade espacial dos principais fatores de produção, possibilitando realizar intervenções localizadas (manejo sitio específico) em função da necessidade específica do local. Neste sentido, o ajuste da população de plantas em função da oferta ambiental de cada sítio específico, pode ser utilizado para potencializar a produtividade da cultura e reduzir esta variabilidade. No entanto, na AP tão importante quanto o ajuste da população de plantas aos sítios específicos é a distribuição regular (equidistância) das sementes na linha de semeadura, que irão resultar no ótimo arranjo espacial de plantas na lavoura.

     Em função das necessidades apresentadas, o grupo de pesquisa tem desenvolvido experimentos buscando primeiramente validar o ajuste de população de plantas na cultura do milho em função das zonas de manejo. Para isso já estamos desenvolvendo pelo quinto ano seguido trabalhos onde são feito curvas de resposta a população de plantas para cada zona de manejo. Recentemente estamos avaliando a resposta a nitrogênio em função do ajuste da população de plantas, tendo como hipótese de que para cada zona de manejo teremos uma população ideal, com necessidades distintas a nitrogênio.

      Outro tema que esta em estudos pela terceira safra é sobre a plantabilidade na cultura do milho, onde estamos desenvolvendo experimentos avaliando o efeito da distribuição de plantas na linha de semeadura na produtividade da cultura. Para isso tem-se utilizados como parâmetros de qualidade de semeadura, o coeficiente de variação (CV) e o desvio padrão (DP). Estudos de caso, avaliando o comportamento planta a planta estão sendo utilizados para entender a dinâmica da competição intraespecífica causada pela distribuição irregular de sementes na lavoura.

 

ini 2

 

 

 

Pós-Doutorando Responsável: Tiago de Andrade Neves Hörbe

Dissertação: Agricultura por Ambiente: Manejo sítio específico da população de milho

Tesse:

Artigos gerados apartir do experiemento:

                       

Endereço:
Avenida Roraima, 1000 - Prédio 42
Santa Maria, RS, BR 97115-900

Contador de Visitas:

IP Address