A Ideologia Rodoviarista No Brasil

Em que circunstâncias o setor automobilístico-rodoviário alcançou hegemonia no país, tornando-se reflexo das relações Brasil-Estados Unidos? Para responder a essa questão, é preciso remontar ao legado institucional de Washington Luiz, o homem público que abria estradas visando a paz social a qualquer custo. A partir de então, a indústria automobilística tornou-se a diretriz do desenvolvimentismo que moldou cidades, gerou metrópoles, rasgou estradas por todo o país e definiu um projeto macroeconômico instrumentalizado como solução a históricos problemas políticos, envolvendo relações intra e inter-classes, a custos sociais e ambientais elevados.

Marco Aurélio Lagonegro


Principal | A revista PORT/ESP | Autores | Catálogo | Próximas edições | Como comprar |
Como publicar PORT/ESP | Livro de visitas | Equipe | Contato | UFSM
© 2002-2018 Ciência&Ambiente — Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Pierin.com