Portal do Governo Brasileiro

Convênios Bilaterais são acordos de cooperação acadêmica internacional firmados entre a UFSM e instituições estrangeiras, os quais abrangem todas as áreas do conhecimento existentes nessas universidades. Por meio desses convênios, alunos da UFSM têm a possibilidade de realizar disciplinas e outras atividades acadêmicas, durante o período da graduação ou da pós-graduação.

A mobilidade pode ser solicitada por alunos da UFSM, a partir do quarto semestre ou que já tenham integralizado 50% dos créditos do curso. A mobilidade acadêmica internacional por meio de convênio bilateral isenta o aluno do pagamento de taxas acadêmicas nas universidades de destino, mas não conta com bolsas de auxílio financeiro.

Embora a oferta de vagas nas universidade conveniadas seja de fluxo contínuo, a SAI divulga, semestralmente (normalmente em março e em agosto), convocatórias ou editais com ofertas de vagas informadas pelas universidades, o que nem sempre ocorre com todas aquelas que possuem convênio. Quando as vagas para determinada universidade não são divulgadas pela SAI, o aluno poderá solicitar a informação ao Núcleo de Convênios e Mobilidades Bilaterais (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) que fará contato com a universidade conveniada de interesse do aluno, solicitando a informação sobre oferta de vagas em determinado curso. Entretanto, o próprio alun também poderá entrar em contato com a instituição estrangeira e informar à SAI sobre a disponibilidade de vaga, a fim de que possamos fazer a nomeação do aluno.

Após a inscrição, na SAI, a documentação do aluno é analisada (plano de estudos, histórico acadêmico, índice de desempenho acadêmico e o documento de identidade com cpf) para fins de desempate, caso o número de inscritos seja maior do que o número de vagas ofertadas e também para verificar os pré-requisitos básicos, conforme legislação da UFSM. Em seguida, o Núcleo de Convênios e Mobilidades Bilaterais realiza as nomeações para à universidade de destino que, posteriormente, informará ao aluno sobre a documentação e procedimentos necessários para o processo de candidatura. Finalmente, a carta de aceite é enviada ao aluno, por e-mail, pela Universidade Estrangeira Conveniada e, frequentemente, a versão original é enviada fisicamente à SAI, que informará ao aluno para que ele possa retirar o documento na secretaria.

Para manter a situação de aluno regular, antes da saída para a universidade estrangeira de destino, o aluno da UFSM deverá entregar na SAI cópias do passaporte, do visto, do seguro saúde, vida e repatriação, a fim de que tenhamos um dossiê completo desse aluno. Após entrega ou envio dessa documentação, podemos solicitar ao DERCA a manutenção do vínculo desse aluno na Modalidade Intercâmbio, com matrícula na disciplina INT 1000 (Intercâmbio Cultural), no período em que estiver em mobilidade acadêmica internacional. 

Alunos estrangeiros de universidades conveniadas também podem realizar um período de estudos na UFSM, contanto que sejam nomeados pela instituição de origem e apresentem toda a documentação necessária, conforme Convocatória IN enviada no início de cada semestre, a fim de que a SAI possa encaminhar a candidatura desse aluno ao respectivo curso da UFSM. Após análise da documentação e, principalmente, do plano de estudos do aluno, o coordenador do curso envia o "de acordo" à SAI, que fará a carta de aceite e a enviará ao aluno, por e-mail e, quando solicitada, por correio. Mais informações para alunos internacionais em http://w3.ufsm.br/sai/index.php/2016-03-14-12-07-10/como-se-candidatar.